O termo “que”

Funções Morfológicas (Classe Gramatical) Pronome relativo – Conversamos sobre o curso que ela vai fazer. Pronome interrogativo – Que ocorreu mesmo? Pronome indefinido – Que coisa estranha, isso nunca aconteceu comigo. Conjunção integrante – Não

Morfemas

Vamos aos exemplos dos principais morfemas: Radical - madeira, madeiral, madeireiro / café, cafezal, cafeteria, cafeteira Obs.: Há vocábulos constituídos de apenas um radical: céu, luz. Afixo - bilíngue, desaparecer, influência, transformação. prever (prefixos - aparecem

Frases Interrogativas

As frases interrogativas diretas, como o próprio nome diz, são feitas pelo emissor de forma direta e o ponto de interrogação é obrigatório. Caracterizam-se por começarem com vocábulos interrogativos (por que, quem, onde, quantos). As frases interrogativas indiretas supõem a indagação, não

Gênero dos Substantivos

Alguns substantivos geram dúvidas quanto ao gênero e muitos especialistas da área ainda "brigam" para chegar a uma conclusão. Eu sempre me baseio no VOLP, pois ele é o veículo oficial responsável por dizer como deve

Predicativo do Sujeito / Predicativo do Objeto

O predicativo do objeto pode caracterizar também um objeto indireto, sendo contudo mais raro. Geralmente é utilizado com o verbo chamar, com sentido de "atribuir um nome a". Exemplo: Os alunos chamaram-lhe incompetente. (lhe é objeto indireto e incompetente é

Prefixo “socio”

Há casos em que o termo "socio" não é um prefixo e sim um substantivo ("sócio" - aquele que tem parte nos negócios, que faz parte de uma sociedade). Nesses casos, o uso do hífen é obrigatório

Crase

Certos pratos da nossa culinária causam dúvidas com relação ao uso da crase. O que vale entender é que, quando ocorre a crase, fica subentendido o termo "à moda de". Por exemplo: bife à milanesa