Preposição

As preposições essenciais são: a, ante, até, após, com, contra, de, desde, em, entre, para, perante, por (per), sem, sob, sobre, trás. Elas são chamadas essenciais, pois sempre desempenham a função de preposição. Temos também

Radicais

Radical é o morfema que contém o significado básico do vocábulo e a partir do qual pode constituir-se uma família de palavras. A maioria dos radicais que se junta para formar uma palavra composta provém

Trava-língua

Os trava-línguas são oriundos da cultura popular, são modalidades de parlendas (rimas infantis), podendo aparecer sob a forma de prosa, versos, ou frases. Os trava-línguas recebem essa denominação devido à dificuldade que as pessoas enfrentam

Em princípio / A princípio

Obrigado

A norma culta diz que a palavra obrigado é encarada como adjetivo variável em gênero e número, havendo concordância com a pessoa que agradece. Assim, um homem deverá dizer obrigado, uma mulher deverá dizer obrigada, vários homens

Colocação Pronominal

A nossa língua admite certa liberdade na colocação dos pronomes na oração, especialmente na oralidade. No entanto, existem algumas normas básicas que garantem harmonia, clareza e expressividade à comunicação. Já temos uma página aqui no blog explicando

Plural de “sem-terra”

Por que não ocorre plural nessas palavras? Porque, em todos esses casos, há um substantivo implícito. Veja: Os (agricultores) sem-terra participaram da passeata. Os policiais expulsaram vários (moradores) sem-teto. É necessário cuidar dos (trabalhadores) sem-abrigo com dignidade.

Sufixos

Os sufixos são morfemas (menor unidade com significado) colocados após o radical, que modificam a classe gramatical da palavra e demonstram os valores e intenções do falante. Assim, os sufixos podem ser: nominais (juntam-se ao

Numeral

Relembrando os numerais cardinais (um, dois, três, quatro, cinco...) e os numerais ordinais (primeiro, segundo, terceiro, quarto, quinto...) E mais: essa regra de leitura e escrita só se aplica quando o numeral vier posposto ao substantivo, ou seja,

Portanto, por tanto / Porventura, por ventura

Mais alguns exemplos: Este livro é muito caro, portanto não o poderei comprar. (conjunção conclusiva = logo) Por tanto incentivo que me foi dado, sou uma pessoa segura. (preposição "por" + pronome indefinido "tanto") Se