Chicungunha ou chikungunya?

Compartilhe:

O Dia D de Combate à dengue e à febre chikungunya em todo o País está marcado para o próximo sábado (7/2/15). Apesar da queda de 59% nos casos de dengue e 40% nas mortes provocadas pela doença no Brasil no ano passado, o Ministério da Saúde pede à população que reforce as medidas de prevenção.Qualquer recipiente que acumule água parada pode ser um criadouro dos mosquitos transmissores. Estar sempre alerta para eliminar possíveis focos dos mosquitos que transmitem a dengue e a febre chikungunya é importante para que os números de casos e mortes continuem caindo no País.
Observação importante:
No Brasil, os primeiros casos registrados da febre chicungunha indicavam que os pacientes tinham sido infectados no exterior, num dos 40 países por onde o vírus circula faz tempo. Naquele momento, os episódios foram controlados, mas o risco de transmissão do vírus CHIKV em território nacional não foi afastado.

Segundo dados fornecidos pelo Ministério da Saúde, até 15 de novembro de 2014, foram registrados 1.364 novos casos da doença. Mesmo assim, o Ministério garante que não há motivo para alarme, uma vez que nossos serviços de saúde e de vigilância sanitária estão atentos. Os casos confirmados no Brasil foram notificados para a Organização Mundial da Saúde (OMS). Na mesma linha de conduta, médicos, laboratórios e as secretarias municipais e estaduais de saúde estão recebendo orientação sob a melhor forma de agir diante da nova doença. Por Drauzio Varella

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *