Temos sujeito inexistente quando os verbos são empregados impessoalmente nas orações, ou seja, não se referem a nenhuma pessoa gramatical, não há nenhum elemento ao qual o predicado de refira. Diz-se, então, que o sujeito é inexistente ou que a oração não possui sujeito. É o caso dos verbos apresentados na imagem.