Tentaremos não exibir esse anúncio novamente
Anúncio fechado por

Sufixo “filia”

20/01/2016

“Filia” é um sufixo nominal de origem grega que exprime a ideia de afeição, gosto ou preferência.

Veja algumas palavras que apresentam este sufixo:

algofilia

audiofilia

autofilia

bibliofilia

biofilia

cinefilia

cromatofilia

demofilia

enofilia

heliofilia

lusofilia

melofilia

nictofilia

pogonofilia

tanatofilia

xenofilia

Há outras palavras com a terminação filia, mas preferi não colocar as imagens referentes a elas, já que não queria poluir o blogue.

  • Coprofilia – Interesse patológico por fezes, associando ao prazer sexual.
  • Dinofilia – Prática de transar com espécies extintas de répteis.
  • Gerontofilia – Perversão que leva um indivíduo adulto a se sentir sexualmente atraído por pessoas idosas.
  • Hebefilia – Perversão que leva um indivíduo adulto a se sentir sexualmente atraído por adolescente pubescentes ou pós-pubescentes (geralmente entre 11 a 14 anos)
  • Necrofilia – Uso de cadáver como objeto sexual.
  • Pedofilia – Perversão que leva um indivíduo adulto a se sentir sexualmente atraído por crianças.
  • Zoofilia – Atração ou envolvimento sexual de humanos com animais.

Durante as consultas para a elaboração desta página, uma dúvida ficou me perseguindo: qual seria a explicação para a terminação da palavra hemofilia? Se formos nos basear em tudo o que foi dito, diríamos que é “gosto, inclinação pelo sangue”. No entanto não combina, certo? Nota-se que é a mesma terminação vinda da raiz (filia) de todas as palavras que citei acima, sendo que, no nome da doença, foi usada a conotação de “tendência”, já que se trata de uma doença do sangue.

11 Comentários

  1. Maria Nazaré dos santos 25 de janeiro de 2016 at 04:24 - Reply

    Muito interessante. Algumas já havia ouvido falra, mas a maioria são desconhecidas.

    • Cristianne 25 de janeiro de 2016 at 15:27 - Reply

      Não entendi a ligação de hemofilia…”tendência”…desculpe mas não entendi tua explicação !

      • Cristina 13 de fevereiro de 2016 at 03:32 - Reply

        Também não entendi.

        • Céu Marques 15 de fevereiro de 2016 at 10:42 - Reply

          Cristina, o que você não entendeu?

          • Anne 19 de março de 2016 at 16:08

            Eu acredito que é como se a finalidade da doença ou o gostar da doença é pelo sangue,o destruindo ou o consumindo.

  2. Daisy Raja Gabaglia 8 de fevereiro de 2016 at 11:55 - Reply

    Existe alguma relação entre o prefixo “algo” de algofilia e o prefixo “algo”, se é que é prefixo, da palavra algoz?

  3. Thais 4 de março de 2016 at 10:35 - Reply

    Encontrei que, além da doença, hemofilia significa afeição a espetáculos cruéis, com derrame de sangue.

  4. Selma 21 de março de 2016 at 01:45 - Reply

    Gente,
    por exemplo, enofilia, tendência ou amor, gosto pelo vinho, melofilia, amor à música, à tudo que se refere à ela, tendência a ouvir, ler, etc tudo que se refere à música, pedofilia, tendência a sentir-se atraído sexualmente por crianças e, hemofilia, no caso da doença, usou-se com o sentido de tendência ao sangue, obviamente para quem conhece a doença, sabe que trata-se de hemorragia, por simples machucados.
    Ou seja, a doença é na verdade uma tendência ao sangue.

    Muito obrigada pelas publicações. Excelentes.

  5. Ma 28 de março de 2016 at 20:53 - Reply

    Bom dia

    Admirei muito este blog.

    Por mais sites idem a este!

    Mariana Netshoes

  6. Mayra guarabira 23 de abril de 2016 at 19:00 - Reply

    Céu,
    Como de costume, parabéns pela qualidade gráfica!

    Captei sua fina sutileza tal como incluir o doutor Darcy como o simpático velhinho do quadro da demofilia, prestando justa homenagem à vida e obra demofílica de nosso notório e bom antropólogo.
    Acaso posso me considerar ‘escopófila’ por notar tal mensagem subliminar?

    Parabéns novamente!!! Aguardo ansiosamente novas postagens!
    De sua fã ‘aguardófila’ (risos)

  7. Luis 24 de novembro de 2016 at 14:21 - Reply

    Muito obrigado pelas boas ensinamentos. Eu sou bibliófilo. Abraços e beijos.

Deixe um comentário