espiar-expiarO verbo espiar pode significar também, numa linguagem náutica, o ato de mover o navio com espias: cabos com que se amarram embarcações. As palavras espiar e expiar são consideradas homófonas, pois são pronunciadas de forma igual e seus significados e escritas são diferentes. Vale lembrar a grafia do termo “bode expiatório”: expressão popular que define o indivíduo que não consegue provar sua inocência, mesmo sem ser o responsável direto pela acusação.