fluir, fruir
Com relação à regência do verbo “fruir”, ele pode construir-se ou não com a preposição “de”. Exemplos: Fruir os bens ou fruir dos bens. Segundo o Dicionário Prático de Regência Verbal (Celso Pedro Luft), a preposição traz uma carga afetiva.